A Bienal de Veneza é considerada por mais de um século, uma das instituições culturais mais prestigiosas no mundo. A História da bienal de Veneza iniciou em 1895, quando a primeira exposição internacional de arte foi organizada. Em 1930 nasceram as outras exibições como por exemplo: festival de música, cinema e teatro. O festival de cinema de Veneza em 1932 foi o primeiro festival de cinema organizado no mundo. Em 1980 foi a vez da primeira exibição internacional de arquitetura e em 1999 a Dança fez sua estreia na Bienal de Veneza. La Biennale como é conhecida, hoje organiza festivais e exibições de Arte, Arquitetura, Cinema, Dança, Música e Teatro.

 

arsenale05

De todos os eventos culturais organizados pela Biennale de Veneza, os dois mais importantes são a Bienal de Arte (Biennale d’Arte) que acontece nos anos impares, e a Bienal de arquitetura (Biennale dell’Architetura) que alterna com a de Arte. Em 2014 a Bienal de Arquitetura de Veneza terá uma duração de incríveis 6 meses o dobro do normal, começou no dia 7 de junho e vai até 23 de novembro, um ótimo período para visitar a cidade.

Em sua 14º edição, a exibição principal da Bienal de Arquitetura de Veneza acontece nos pavilhões espalhados pelo Giardini e Arsenale, lugares muito próximos um do outro. Além disso, para os amantes de Veneza, é uma grande oportunidade de conhecer lugares escondidos e inacessíveis da cidade, pois o evento acontece também em outras partes de Veneza, permitindo visitar muitos dos edifícios e lugares históricos que normalmente não são abertos ao público. Com o tema “Fundamentals” e curadoria do holandês Rem Koolhaas, a Bienal reflete a relação da arquitetura com a modernidade com a participação de 65 países exibindo o melhor de suas construções nos últimos 100 anos.

 

815-Absorbing-Modernity-201

 

815-absorbing-modernity-191

Neste ano, outra novidade na história da Bienal de Arquitetura de Veneza é que os países participantes terão um tema comum: “Absorbing Modernity” 1914-2014, (Absorvendo a modernidade). Trata-se de uma novidade bastante especial, pois o evento inclui normalmente um concurso, de que todos os países participam. A Bienal de Arquitetura nunca registrou tantos participantes quanto em 2014. Onze países virão a Veneza pela primeira vez, entre eles a Costa Rica, Costa do Marfim, Moçambique e Quênia.

815-elements-Central-Pavili

 

macedonia

Para quem nunca foi a bienal de arquitetura de Veneza, um dia inteiro de visita é possível ver toda a Bienal. O espaço Monditalia é o maior de todos e revela a realidade da Itália no mundo global através das construções, da dança, do cinema e até do vestuário. O pavilhão brasileiro, com curadoria de André Aranha Corrêa do Lago, mostra em fotos os trabalhos de arquitetos modernistas desde Lucio Fontana e Oscar Niemeyer a Ruy Ohtake.

bahrain

 

 

croacia

 

 

Os ingressos podem ser comprados on-line no site da Bienal, nas bilheterias nos principais portões do Giardini e Arsenale, ou no edifício da sede da organização da bienal no Palazzo Giutinian.

 

Abaixo um video sobre o evento.

[yframe url=’https://www.youtube.com/watch?v=HWvJL3QGyyc’]

 

Se você gostou deste post deixe um comentário ou compartilhe com seus amigos

 

Referência fotos:

Fotos dos pavilhões: https://www.flickr.com/photos/labiennale/sets/72157644625671640/

Lista dos participantes: http://www.archdaily.com.br/br/01-182355/bienal-de-veneza-2014-anunciada-a-lista-completa-dos-participantes

Site oficial do evento: http://www.labiennale.org/it/Home.html

Matéria sobre o pavilhão do Brasil : http://casa.abril.com.br/materia/andre-aranha-correa-do-lago-curador-do-pavilhao-brasileiro-fala-sobre-a-bienal-de-arquitetura

 

 

 

Texto: Juliana Brunetti

Marília Veiga  atua há mais de 30 anos como designer de interiores. Possui um estilo de trabalho que valoriza o uso dos ambientes. Seus projetos combinam design e o aconchego. Siga o que acontece no mundo da decoração e arquitetura no blog da Marília Veiga.