O verde está na moda hoje em dia, mas não estou falando da cor, mas sim de um comportamento. A preocupação com o meio ambiente e as mudanças climáticas no mundo ajudaram o verde a ser incorporado também na arquitetura e no design. Mas não só em jardins tradicionais, ou pequenas plantas na varanda, mas verdadeiras instalações que irão ocupar lugares antes impensáveis, e não apenas para fins estéticos.

São as fachadas verdes, conhecidas também como “Green Facades” (fachadas verdes) ou “Green Walls” (paredes verdes), que hoje estão realmente presentes em diversos projetos muitas vezes com o escopo principal de economizar energia. Além de ter um impacto positivo sobre o ecossistema, a biodiversidade e o meio ambiente, tem um resultando muito harmonioso de se ver.

O verde protege a casa do vento e da chuva. O verde mantem um temperatura agradável da fachada, protege contra ruídos, melhora o clima interno e também filtra o ar circundante. Como resultado melhora a qualidade de vida de quem mora em uma casa ou um prédio com o verde ao redor.

As“Green Facades” normalmente não necessitam de nenhum requisito estrutural extra, são geralmente fixadas nas paredes existentes e na verdade podem ser fixadas a quase tudo, ou até ser free- standing, ou seja ter sua própria estrutura. Usadas em diversos tipos de projetos entre eles: Residências, escritórios, edifícios industriais, estádios, hotéis, restaurantes, escolas, hospitais, estacionamentos e até em estradas.

Existem algumas categorias diferentes de sistemas considerados como “Green Walls”, porém os dois mais conhecidos são “Green Facades” e “Living Walls” (paredes vivas). A diferença principal entre eles é que as “Green Facades” usam um sistema de treliças para fixar as plantas do tipo trepadeiras que estão plantadas diretamente no solo, já as “Living Walls” as plantas são plantadas em módulos individuais e independentes, que serão fixados separadamente nas paredes, cada modulo é autossuficiente.

 

A simplicidade de uma “Green Facades” faz com que os custos sejam significativamente reduzidos, tanto para comprar, instalar e manter. Por exigir pouca infra- estrutura as “Green Facades” são ideias para renovar fachadas ou projetos existentes.

Enfim, ter o verde nas fachadas melhora o ambiente urbano, as plantas suavizam e escondem a dureza, frieza e falta de estética de alguns edifícios. Esses edifícios verdes consequentemente ajudam a criar novas áreas urbanas com uma identidade própria.

 

Seguem algumas fotos:

 

 

Texto: Juliana Brunetti

 

Referência fotos:

Living walls : http://www.greenovergrey.com/living-walls/what-are-living-walls.php

http://prezi.com/yy4bzpfqki2y/introduction-to-living-walls/#share_email

 

fotos green facades

site ihnabitat: http://inhabitat.com/tag/green-facade/

dezeen : http://www.dezeen.com/tag/green-walls/

Se você gostou deste post deixe um comentário ou compartilhe com seus amigos

 

designer de interiores Marília Veiga atua  há mais de 30 anos. Possui  trabalhos realizados no Brasil e exterior. Acompanhe o que acontece no mundo da decoração e arquitetura no blog da Marília Veiga.

Precisa decorar seu imóvel? Fale com a gente!